31 de outubro de 2014

News TV, por Marcos Silvério - 31 Out



> Notícias da TV, por MARCOS SILVÉRIO <


Globo dá novas funções para autores medalhões


Depois de anos de serviços prestados para a dramaturgia da Rede Globo, os autores medalhões da emissora, que escreveram grandes sucessos, deverão ter novas funções.

Segundo o jornalista Fernando Oliveira, o processo de renovação de escritores é considerado totalmente natural para a direção, já que os mais experientes estão com idades avançadas.

Boa parte dos medalhões da casa deixará de escrever para o horário das nove da noite. Manoel Carlos ("Laços de Família", "Páginas da Vida"), por exemplo, só fará minisséries. Benedito Ruy Barbosa ("O Rei do Gado", "Terra Nostra"), por sua vez, tem dois projetos de microssérie e uma trama para o horário das seis. Já Silvio de Abreu ("A Próxima Vítima", "Belíssima") passará a atuar nos bastidores, comandando o fórum de teledramaturgia da emissora e supervisionará algumas tramas, caso de "Alto Astral", que estreia na próxima segunda (3). 

Aguinaldo Silva e Gilberto Braga devem se manter escrevendo novelas no horário nobre. A dúvida está na autora Gloria Perez. Atualmente no ar com a série "Dupla Identidade", ela já apresentou uma sinopse de folhetim, mas não recebeu garantias de que continuará no horário.

Existe um movimento que quer que ela vá para a faixa das seis, ou para às 23h, mas ainda não há uma definição sobre isso.

Fonte: Na Telinha


‘O comendador José Alfredo sou eu’, assume autor




Aguinaldo Silva escreveu um texto interessante em seu site pessoal. Na publicação, o novelista relatou que foi abordado por um garçom de uma churrascaria, que o perguntou se o protagonista de “Império” existia, pois “ele é verdadeiro demais”. O questionamento fez com que o autor fizesse uma análise sobre a criação de José Alfredo (Alexandre Nero), o autor concluiu: “Sim, o comendador José Alfredo Medeiros sou eu…”

Aguinaldo relembrou o momento em que decidiu: “quero que ele seja como eu: tenha os cabelos brancos e eriçados e só se vista de preto”. A partir, de acordo com o novelista, ele foi acrescentando ao personagem outras características dele.

“O hábito de acordar cedo; a mania de arrumar meticulosamente a própria cama antes de sair do quarto; o prazer de preparar o próprio café da manhã e depois degustá-lo numa boa, sozinho, antes que os outros acordem; os rompantes que podem se tornar violentos e assustadores esporros (não se enganem com este meu sorriso bobo); a determinação e a vontade de fazer bem as coisas, a voracidade e o prazer de ser o melhor e o primeiro, de nunca se conformar com o trivial, de reger a própria vida sem medo de cometer os maiores erros… E de achar que não vai morrer nunca, e que por isso pode fazer planos para os próximos duzentos anos.”

No entanto, Aguinaldo afirma que também agregou características de outras pessoas, sobre os quais “não revela” nada. “Como todo bom personagem, é multifacetado, e é também vários outros. E são estes os que eu não revelo. É claro que já conheci várias criaturas reais parecidas com ele. De cada uma delas, assim como de mim, tirei um pouco e acrescentei ao Imperador dos Diamantes.” Ele ainda acrescentou que todos os personagens masculinos que criou passaram pelo mesmo processo: “Sim, cada um deles teve um pouco de mim… E todos tiveram muito de outros.”

O autor global aproveitou para elogiar o belíssimo trabalho de Nero. “E é claro que o ator, que deu carne e corpo a ele, acrescentou outros detalhes… E o tornou um personagem inesquecível.”

Fonte: Yahoo


Globo define fim de "Império" e estreia de "Babilônia"


 A Globo já tem definido os dias de exibição do último capítulo de "Império" e o da estreia de sua sucessora "Babilônia" na faixa das 21h.

Segundo o jornalista Flávio Ricco, "Império" ficará no ar até o dia 13 de março. Com este número estabelecido, a novela de Aguinaldo Silva se encerrará com pouco mais de 200 capítulos, sendo mais que os 143 da antecessora "Em Família", mas menos que os 221 de "Amor à Vida".

Já no dia 16 de março, a Globo estreia "Babilônia", de Gilberto Braga, Ricardo Linhares e João Ximenes Braga. A produção deverá ficar no ar até o fim do segundo semestre, quando será substituída por "Favela Chique", de João Emanuel Carneiro.

As primeiras gravações de "Babilônia" devem ser iniciadas dentro de poucas semanas. Haverá viagens ao exterior (Paris e Dubai), além das gravações normais no Rio de Janeiro.

"Favela Chique", por sua vez, deve começar a ser gravada já no início do ano que vem.

Fonte: Na Telinha


Cora e Jairo matam Fernando


Quem reclamava que Cora (Drica Moraes) não era tão vilã assim ficará satisfeito com as próximas semanas de “Império”. A tia de Cristina (Leandra Leal) fará sua primeira vítima: Fernando (Erom Cordeiro).

Tudo começa no capítulo do dia 17 de novembro, quando será revelado que os quatro pedaços do diamante de José Alfredo (Alexandre Nero) foram parar nas mãos de Cora, Fernando, Reginaldo (Flavio Galvão) e Cardoso, líder do grupo de invasores do sobrado do bairro.

O advogado, que viu Cora pegando um dos pedaços, vai procurá-la, exigindo que ela lhe entregue a sua parte da joia. Em um primeiro momento, a vilã ameaçará gritar, mas o rapaz apontará uma arma para ela. “Se a senhora gritar, isso aqui vai gritar mais alto!”, garantirá.

Cora, então, tentará acalmar Fernando, dizendo que eles sempre foram aliados, mas ele não cairá de primeira no papo torto de Cora. “Ou a senhora me entrega o pedaço do diamante que eu sei que tá aí guardado… Ou eu coloco uma bala do meu revólver bem dentro da sua cabeça”, ameaçará.

Cora conseguirá enrolar Fernando, falando de Cristina e que ele pode ser denunciado ao tentar vender os diamantes. Ele cairá na conversa dela e começará a descer a escada da casa. Neste momento, Cora o empurrará escada abaixo. “Nunca vire as costas pruma mulher sozinha e desvalida”, comentará, dando uma gargalhada.

No entanto, Cora perceberá que Fernando não morreu com a queda. “Porcaria de escada que só tem meia dúzia de degraus e não serve nem pra matar ninguém!” Ela cogitará atirar contra o advogado, mas Victor (Adriano Alves) chegará neste momento e interromperá a ação.

Depois de dispensar o menino para a casa de Xana (Ailton Graça) e dar uma coronhada na cabeça de Fernando para apagá-lo novamente, Cora pedirá a ajuda de Jairo (Julio Machado).

Em um primeiro momento, ele se recusará a matar Fernando, mas Cora mentirá, dizendo que caso ele a ajude, transará com ele. Ela também o convencerá de que o ex-namorado de Cristina tentou atacá-la. “Larga de ser frouxo, homem de Deus! Pensa que esse sujeito é um degenerado, maníaco sexual que pode voltar a querer se atracar comigo. Não só posso perder a virgindade, ficar manchada com isso, como corro risco de vida! Esses tarados são capazes de tudo, você não vê na televisão? Ele é perigoso, Jairo, até você pode sofrer as consequências. Já imaginou se sabe que eu prefiro você a ele?”, inventará.

O filho de Jurema (Elizângela) acreditará em Cora e, praticamente efeitiçado, levará o carro de Fernando para um lugar deserto e jogará o advogado em uma ribanceira.

Fonte: Yahoo


Maurílio se alia a Téo Pereira


Nos próximos capítulos de “Império”, Maurílio (Carmo Dalla Vecchia) levará seu plano de vingança adiante, se aliando a Téo Pereira (Paulo Betti). O biólogo escreverá um e-mail para o blogueiro, insinuando que José Alfredo (Alexandre Nero) é ladrão e assassino.

“Ladrão… E assassino. O que você diria a alguém capaz de provar que o… comendador José Alfredo Medeiros… é tudo isso?!”, escreverá Maurílio. O jornalista não acreditará no que lê, mas ficará interessado quando o biólogo mexer com seu ego: “Já que você não quer deixar de ser um blogueiro patético pra noticiar o escândalo que te tornará o jornalista do ano, vou procurar alguém da mídia impressa, que seja jornalista de verdade… e me leve a sério!”.

Téo pedirá uma prova e Maurílio mandará uma foto do túmulo de Sebastião (Reginaldo Silva), revelando que é lá que o comendador reza quando vai ao Monte Roraima. Capítulos depois, os dois marcarão um encontro, no qual Maurílio promete contar toda a verdade sobre o passado de José Alfredo.

Fonte: Yahoo


‘Alto Astral’ terá primeiro capítulo movimentado


“Alto Astral”, estreia da Globo da próxima segunda-feira (3), começará com um grave acidente aéreo. No avião, estarão Maria Inês (Christiane Torloni) e seus filhos adotivos, as crianças Marcos (Thiago Lacerda) e Caíque (Sergio Guizé). Neste primeiro momento, já ficará clara a perversidade de Marcos, que ficará feliz ao acreditar que o irmão morreu.

Caíque ficará preso nas ferragens, mas, quando o avião estiver prestes a explodir, ele será salvo por um médico chamado Castilho (Marcelo Médici), a quem ninguém vê, somente ele. Marcos se irritará ao ver o menino vivo.

Após uma passagem de tempo de anos, Marcos aparecerá prestes a se casar com Laura (Nathalia Dill). Mas, ao que tudo indica, a relação está com os dias contados. O médico tentará obrigá-la a deixar de trabalhar depois do casamento. Já a jovem, que será aconselhada pela família a cancelar a união, estará envolvida em uma investigação para descobrir quem é sua mãe biológica.

Caíque, que ainda não conhece a noiva do irmão, planejará chegar de surpresa ao casamento. Antes disso, ele conhecerá Laura, o rosto que ele desenha desde crianças, sem saber de quem se trata. O rapaz a verá no aeroporto e ficará atônito. Os dois se encontrarão novamente na estrada, já que todos os voos para Nova Alvorada, cidade fictícia da novela, serão cancelados. Bella(Nathalia Costa), uma espécie de cupido,  será a motivadora do encontro, que será mágico.

Samantha (Claudia Raia) também deixará sua marca na estreia. A vidente pilantra contará com a ajuda de Pepito (Renato Caputto) e Cesar (Alejandro Claveaux) para explodir uma ponte e fingir que previu o desastre.
 
Esperança de bons números - Após não conseguir emplacar “Geração Brasil”, que era sua grande esperança na faixa das 19h, a Globo lança na próxima segunda-feira (3), “Alto Astral”, de Daniel Ortiz.

Com uma trama com menos novidades e apostando em elementos básicos de um folhetim, o que se espera é que finalmente a Globo consiga acertar um horário que talvez seja o mais difícil de alguma novela dar certo. O horário das sete da noite sempre foi alvo de curiosidade acerca do público, já que este é uma incógnita e nos últimos tempos, poucas foram realmente marcante.

“Alto Astral” engloba ingredientes como uma história de amor bem costurada, rivalidade, núcleo cômico interessante e traz à tona o espiritismo que já fora tema em outras obras de grande sucesso, sempre despertando a curiosidade do público.

A atual “Geração Brasil” pecou por tentar ser moderninha demais e, apesar de ter um bom elenco, não convenceu o público. O tema tecnologia acabou por ser bastante inexplorado, que era a princípio o grande alavanque e ponto de partida da trama.

Os votos se renovam com a estreia de “Alto Astral”. No papel, tem tudo pra dar certo. Resta saber se o autor vai saber conduzir a história, como os autores de “Geração Brasil” não souberam, diferentemente de “Cheias de Charme”, em 2012.

Fonte: Yahoo/Na Telinha


"Alto Astral" fecha exportação antes mesmo da estreia

 
 
Sucessora de “Geração Brasil” na faixa das 19h a partir da próxima segunda-feira (03), “Alto Astral” já fechou sua primeira exportação antes mesmo de ser lançada por aqui.

O folhetim, que é de autoria de Daniel Ortiz sobre uma sinopse original de Andréa Maltarolli, será exportado para Portugal, onde irá ao ar pela SIC, tradicional parceira da Globo e que atualmente transmite “Em Família”, “Império”, “Lado a Lado” e a reprise de “Senhora do Destino”.

“Alto Astral” irá substituir “Em Família”, que vai ao ar na faixa das 19h e que vem tendo baixos índices de audiência. A missão será de reerguer o horário, que já teve bons números com “Sangue Bom” e “Fina Estampa”.

A escolha da SIC por “Alto Astral” de certa forma gerou surpresa, já que se esperava que “Boogie Oogie”, do autor português Rui Vilhena, fosse a escolhida. Agora, espera-se que a trama das seis seja lançada como substituta de “Lado a Lado” no início da madrugada. Em baixa no Brasil, tramas como “Além do Horizonte” e “Geração Brasil” não empolgaram o canal.

Em tempo: Embora seja algo raro, esta não será a primeira vez que uma novela tem sua exportação acertada antes mesmo da estreia. Ainda neste ano, "O Rebu", antes mesmo de estrear por aqui, foi anunciada em Portugal como substituta de "Salve Jorge".

Fonte: Na Telinha


Globo abre as portas das novelas para Lucélia Santos


Lucélia Santos, 57, agradou à cúpula da Globo durante sua participação na !Dança dos Famosos", do "Domingão do Faustão".

A atriz teve as portas abertas para retornar às novelas da emissora.

Os autores da casa já foram liberados para convidar a atriz.

Com informações da Folha


Série de Clodovil deve ser lançada na Record


A série sobre a vida do polêmico estilista e apresentador Clodovil Hernandes, falecido em 2009, está muito próxima de sair do papel na Record.

Segundo a coluna Controle Remoto, a produção, que tem o título provisório de "A Lente do Clodovil", já é considerada praticamente certa para a grade de programação da emissora paulista no ano de 2015.

A ideia é que a primeira temporada tenha cerca de 13 episódios, sendo cada um deles com custo de R$ 700 mil. A cifra é bastante expressiva levando em conta o custo do capítulo de uma novela, que é feito com metade do valor.

Saindo do papel, "A Lente do Clodovil" fará com que a Record retome a parceria com a Casablanca, que detém os direitos de série concedidos diretamente por Clodovil tempos antes de seu falecimento.

A emissora e a produtora já fizeram vários trabalhos em parceria. Dentre eles, destacam-se as primeiras temporadas de "O Aprendiz", a novela "Metamorphoses", a série "Louca Família", dentre outros.

Fonte: Na Telinha


"Dez Mandamentos" terá produção no Egito


Substituta de "Vitória" na Record e com previsão de estreia para o ano que vem, "Dez Mandamentos" também terá produção no Egito.

Segundo a coluna Controle Remoto, diferente do Chile, para onde parte do elenco e equipe deverão embarcar dentro de algumas semanas, o que será feito na África terá outro objetivo.

A ideia da Record é gravar apenas stockshots, que são as cenas de paisagens veiculadas nas transições ou que sugerem determinada ambientação. Tal esquema será o mesmo realizado em "José do Egito".

Uma equipe embarcará para o país no próximo dia 3 e terá a missão de capturar paisagens do início do Nilo, no norte do Egito, até o sul, próximo ao Sudão.

"Dez Mandamentos" é uma novela de Vivian de Oliveira e com direção-geral de Alexandre Avancini.

Fonte: Na Telinha


Diretor da Globo rebate colunista da Folha


O diretor de jornalismo da Globo, Ali Kamel (foto), teve uma atitude no mínimo curiosa para desmentir uma afirmação do colunista do jornal Folha de S.Paulo, Nelson de Sá.

Nelson disse que a emissora repercutiu a reportagem da revista Veja dois dias depois "talvez por medo" e após o protesto em frente ao prédio da Editora Abril. No último sábado (25), o canal abordou a denúncia da publicação, em que afirmava que a presidente Dilma Rousseff (PT) e seu antecessor Luiz Inácio Lula da Silva sabiam de todo o esquema de corrupção investigado na Petrobras, com base em um depoimento à Justiça do doleiro Alberto Youssef.

O noticiário da Globo, entretanto, optou por usar como gancho o protesto feito em frente à Editora Abril, responsável pela revista.

Na carta enviada à Folha de S.Paulo, Ali disse que a Globo não repercutiu a matéria antes pois não provou a denúncia com suas fontes. "A Globo não tem medo de nada. Não faz política, faz jornalismo. A própria Folha reconheceu isso, por meio de outros articulistas, ao elogiar as entrevistas que a emissora fez com todos os candidatos", afirmou.

O diretor de jornalismo ainda afirmou que Nelson de Sá se desequilibrou, e que a Globo segue todos os princípios do bom jornalismo: "Ao confundir equilíbrio com medo, Nelson de Sá talvez se valha da própria experiência nos jornais em que trabalha ou trabalhou. Ou, quem sabe, ele confunda irresponsabilidade com desassombro. A Globo não se pauta pelo que acham dela. Mas pelos princípios do bom e ético jornalismo".

Fonte: Na Telinha


Mariana Godoy negocia com a Rede TV!


A jornalista Mariana Godoy, que deixou a Globo News no dia 10 de outubro -- alegando que os próximos passos da sua carreira seriam dados em São Paulo, também como forma de ficar mais próxima da família -- passou boa parte da manhã de hoje na Rede TV!.

Mariana está negociando com a emissora e poderá comandar um novo jornal da faixa da manhã.

A presença da jornalista na emissora nesta quinta-feira chamou a atenção de seus funcionários.

Ela visitou diversas áreas da Rede TV!.     

- Mariana deixou a Globo após 23 anos de casa, e fez questão de enviar através de email uma mensagem de despedida para todos os colegas.
  
"Não, eu não iria embora sem deixar um beijo meu para cada um de vocês! Aos parceiros do estúdio e do switcher, aos queridos maquiadores e camareiras, aos colegas da redação um enorme e carinhoso abraço! Amei o Rio, mas encontrei meu limite de tempo para um casamento à distância. Três anos.  Inesquecível experiência na cidade maravilhosa. Volto como turista, meus planos futuros estão em São Paulo. A todos um enorme obrigada por tudo! E meu carinho, sempre.

P.S. Eu sei que são 23 anos mas eu não deixei o Ali fazer aquele texto loooooongo de despedida que parece um obituário! Hehehehe", disse à época.

Logo em seguida, Ali Kamel, diretor-geral de Esportes e Jornalismo da Globo, respondeu para a jornalista:

"Mariana! Pensou que ia escapar de mim? Em respeito ao seu pedido, vou fazer um texto bem curtinho. Em primeiro lugar, entendo a sua decisão, embora fique triste com ela. Mas entendo que há momentos em que mudanças são necessárias, e eu respeito isso. Você é uma profissional completa, e fará falta. Desejo toda sorte nessa sua volta a São Paulo. Toda a sorte do mundo para você, mesmo. Beijo grande."

No mesmo dia, Mariana Godoy esclareceu sua decisão de deixar a Globo.

Afirmou que foi uma decisão "estritamente pessoal", em função do desejo de deixar o Rio de Janeiro e voltar para São Paulo. Falou também sobre propostas de trabalho, e afirmou que ainda não tinha assinado nada com ninguém, que só iria pensar nisso, uma volta à televisão, nos próximos meses. "Por enquanto, quero relaxar e viajar com a família", avisou.

Com a saída de Mariana, a direção da GloboNews anunciou que Eduardo Grillo assumiria a bancada do "Jornal das Dez".

Fonte: UOL


Guilherme Leicam tem vergonha de gravar cenas de sunga


Em entrevista a jornalista Patrícia Kogut, Guilherme Leicam contou que fica tímido para fazer as cenas de seu personagem em "Alto Astral", nova novela das sete da Globo. Ele interpreta o vilão Gustavo, que é nadador profissional e constantemente vai aparecer apenas de sunga.

"Sinto vergonha, mas fico tão dentro do personagem que ela nem chega a ter muita relevância. Se estivesse na piscina, em uma situação de lazer, acho que sentiria mais vergonha", disse o ator.

 Guilherme Leicam reforçou os exercícios físicos, pratica natação todos os dias e revelou que depila o corpo. Para a jornalista, afirmou: "Ele é um competidor obsessivo, além de ser extremamente vaidoso. Então, ele me exige um tipo de preocupação que eu mesmo estou longe de ter no meu dia a dia".

"Alto Astral" vai tratar de temas sobrenaturais, mas o mote da trama será algo bem mais terreno: um triângulo amoroso entre irmãos. O cirurgião Marcos (Thiago Lacerda) está de casamento marcado com a jornalista Laura (Nathalia Dill). Mas a moça acaba conhecendo o clínico geral Caíque (Sergio Guizé) e os dois se apaixonam.

Na verdade, Caíque desenhava o rosto de Laura desde criança, mesmo sem nunca tê-la visto e sem saber o motivo. A rivalidade entre os dois, entretanto, só vai ficar mais acirrada por causa de Laura. O cirurgião sempre nutriu o sentimento pelo irmão adotivo: os dois são herdeiros de um grande hospital.

"Alto Astral" estreia na próxima segunda (03) na faixa das 19h, substituindo "Geração Brasil". A novela terá como missão levantar o horário, em baixa desde a estreia do folhetim de Filipe Miguez e Izabel de Oliveira.

Fonte: Na Telinha  


Beatriz Segall reclama da Globo


Afastada da televisão desde que participou de “Lado a Lado” (2012), Beatriz Segall, 88, começou a dar aulas de interpretação há dois meses no Rio de Janeiro. Em entrevista ao “Notícias da TV”, a atriz comentou sobre a falta de trabalho e criticou a Globo.

“Nunca fui contratada. Sempre trabalhei por obra. Eles nunca me ofereceram e eu não procurei. A Globo nunca me deu importância”, dispara a veterana, que possui 70 anos de carreira.

Porém, ao contrário do que muitos devem imaginar, Beatriz não se importa de ensinar jovens atores ou até amadores. “Dou aula porque eu gosto. Eu adoro fazer isso. É um trabalho delicioso”, conta. Atualmente, ela possui três alunos profissionais e uma dona de casa. Eles estudam de duas a três vezes por semana e pagam entre R$ 200 e R$ 300 por aula, de acordo com a duração.

A ideia da atriz é preparar novos talentos, o que é comum em outros países. “Minha intenção é preparar atores e ser ‘coacher’. Existe muito nos Estados Unidos e na Inglaterra. São pessoas que fazem o ator realizar aquilo que o diretor quer”, explica.

Para ela, poucos profissionais da dramaturgia valorizam o estudo. "Até os anos 1960, 1970, os atores estudavam muito. Hoje, basta ser bonitinha e aparecer 15 minutos na televisão. A prova disso é que os elencos de antigamente era melhores.” Além disso, Beatriz Segall também criticou a qualidade das produções atuais. “As novelas do meu tempo eram muito boas. As de agora são mais fraquinhas.”

Fonte: Yahoo


Record é condenada a indenizar Xuxa


A emissora foi processada por veicular fotos sensuais da apresentadora sem autorização durante o 'Programa do Gugu', em 2012, e ainda pode ter de pagar uma quantia milionária por danos materiais

Xuxa Meneghel venceu o processo que movia contra a Rede Record desde 2012, quando fotos sensuais feitas por ela há mais de vinte anos foram exibidas sem autorização no extinto Programa do Gugu. A emissora, que ainda pode entrar com recurso para reduzir o valor a ser pago, foi condenada a indenizar a apresentadora em 100.000 reais por dano moral e ainda terá de pagar uma quantia a mais pelos danos materiais, que deverá girar em torno da casa dos sete dígitos, segundo o advogado de Xuxa, Maurício Lopes.

Na ocasião em questão, uma foto de um ensaio realizado pela apresentadora para a revista PLAYBOY foi exibida no quadro "Incríveis transformações de famosas", no programa de Gugu. A imagem ainda era comparada com uma mais atual, que mostrava Xuxa completamente vestida. Até a publicação desta nota, a Record não havia dedicido se entraria com recurso na Justiça.

Xuxa ainda briga na Justiça em outros três processos. Em um deles, já encerrado, a Rede Bandeirantes foi condenada a pagar 2,4 milhões de reais também por exibir fotos íntimas sem autorização, durante o programa Atualíssima, de Leão Lobo. Segundo o advogado da apresentadora, a emissora já assegurou que vai pagar a quantia.

Os processos que envolvem Xuxa

Fonte: Veja


Equipe da TV TEM é agredida em Rio Preto


Uma equipe da TV TEM foi vítima de agressão em frente à Direção Regional de Saúde, em São José do Rio Preto (SP) na manhã desta quinta-feira (29). O cinegrafista João Selare e a produtora Juliana Barriviera foram até o local após receberem ligações de moradores denunciando a demora na entrega de medicamentos no local.

No momento em que a equipe fazia imagens e conversava com os moradores no local, um segurança impediu o trabalho e, além de empurrar os dois repórteres, fechou o portão em cima do cinegrafista. O prédio é público.

O cinegrafista precisou de atendimento e o Samu foi chamado. Ele teve o braço imobilizado e foi socorrido ao Hospital Austa, onde irá passar por exames e Raio-X.

Em nota, a direção do Departamento Regional de Saúde informou que orienta os funcionários a tratar todos com respeito e que repudia qualquer forma de agressão e respeita a liberdade de imprensa. Ainda na nota, o DRS informa ainda que não procede a informação sobre falta de medicamentos.

Fonte: Na Telinha



Maria Zilda fala sobre relacionamento homossexual


Durante entrevista exclusiva ao “TV Fama”, da RedeTV!, a atriz Maria Zilda falou sobre sua atual fase profissional fora da televisão. "Eu estou fazendo algumas coisas de direção e preparação de atores. Eles me procuram, não só os principiantes. Às vezes é bom você ter alguém para bater o texto e chegar azeitado no estúdio. Estou fazendo isso porque comecei a fazer teatro em 1972. Faz as contas. Tem um tempinho. A gente tem experiência por força do tempo de trabalho. Sempre tem uma dica ou outra para dar para um colega que está inseguro. Foi espontâneo. As pessoas começaram a me procurar e depois estava dirigindo três peças ao mesmo tempo", disse.

 Ainda no bate-papo, a atriz deu sua opinião sobre os beijos gays exibidos atualmente em novelas: "Acho isso uma coisa tão banal. Não sei por que se dá a importância nessa altura do campeonato. Acho mais importante pensar no Ebola. Isso não precisa nem chegar perto para pegar. Não sei se em termos de novela é uma abertura ou uma forma de ter audiência", afirmou.

 Maria Zilda finaliza a conversa contando como o público encarou o seu relacionamento homossexual com a arquiteta Ana Kalil. "Isso é uma coisa natural e não estou preocupada com o que os outros pensam. Estou preocupada em ser feliz. Minha preocupação, fora eu mesma, é com os meus filhos. Se meus filhos estão felizes, se acham natural e tem uma relação linda com ela, como eles tem. Minha neta, que é doida por ela. Então, eu estou ótima e muito feliz", desabafou.

Fonte: Fábio TV


Arlete Salles comemora volta aos palcos após câncer


Arlete Salles conversou com o EGO sobre sua recuperação após a luta contra um câncer que a afastou dos palcos no início deste ano. A atriz reapareceu em público na última segunda-feira, 27, em Porto Alegre, para prestigiar a pré-estreia da animação nacional "Até que a Sbórnia nos separe", na qual estreia como dubladora.

"A equipe do filme pediu muito que eu fosse até lá. Fiquei bem feliz com o resultado, dá orgulho do cinema de animação em nosso país. É uma produção maravilhosa, um filme lindo que levou oito anos para ficar pronto", vibra ela, que se prepara para voltar aos palcos nesta quinta-feira, 30,com a peça "O que o mordomo viu", a qual chegou a estrear em Niterói (RJ) em janeiro, mas precisou ser substituída por Marisa Orth para fazer os exames e avaliar o tumor.

Recuperação - Aos 72 anos, Arlete conta como lidou ao descobrir o câncer. "Uma experiência como essa sempre surpreende, ninguém espera um diagnóstico desse. Por mim ninguém iria saber nunca, mas se tornou público por causa da minha substituição na peça. Foi um exercício de paciência, mas cheguei ao final do tratamento com êxito. Já vivi, já sofri muito com isso, agora estou completamente bem e isso é passado. Desafio vencido".

A atriz diz que a única coisa que ainda a faz lembrar esse período é o cabelo curto. "Minha avó sempre dizia que o cabelo é uma das armas da mulher para realçar seu lado feminino, mas eu não tive escolha, agora tenho de esperar ele crescer. Às vezes uso peruca, mas algumas pessoas até gostam de mim assim".

Volta à TV - Atualmente no ar como a Copélia na reprise do seriado "Toma lá dá cá", no canal Viva, ela se prepara também para voltar à TV como a divertida Consuelo da novela "Babilônia", que substituirá "Império" às 21h a partir de março de 2015. "Faço a prova de roupa na próxima semana, estou bastante animada. A Consuelo não podia ser melhor, é uma mulher cruel, dura, que se torna engraçada. Espero divertir as pessoas".

Fonte: EGO


Chandelly Braz faz revelações sobre Humberto Carrão


Namorada há dois anos de Humberto Carrão, 23, Chandelly Braz, 29, falou sobre o relacionamento com o galã em entrevista à revista “Contigo!”. Segundo a atriz, a diferença de seis anos entre eles nunca foi um problema.

“Ele é uma pessoa de 23 anos com cabeça de 45, um velho em um corpo jovem”, afirma a intérprete de Manu de “Geração Brasil”, que termina no fim dessa semana. “Então, a gente nunca teve conflito com relação a isso.”

Prestes a completar 30 anos, o que acontecerá em janeiro, Chandelly acredita que está melhor agora do que quando era mais jovem. “Vejo fotos de meus 15 anos e falo: ‘Jesus!’, e ainda diziam que eu era bonitinha”, brinca a artista.

Aliás, em “Geração Brasil”, o casal também forma um par romântico. Eles se conheceram durante as gravações da novela “Cheias de Charme” (2012).

Fonte: Yahoo


Bruna Marquezine quer morar sozinha


Mesmo com os boatos de um suposto affair com o produtor de eventos Raphael Sumar, 30, Bruna Marquezine, 19, garante que está solteira durante entrevista à “Quem”. A atriz foi monossilábica para comentar o assunto. “[O coração]está ótimo”, diz.

A global afirma que se sente independente, mas gostaria de morar por conta própria. “Sou uma jovem adulta que está trilhando o seu caminho sozinha. Eu me sinto independente morando com os meus pais, mas tenho vontade de morar sozinha, para ter experiência”, explica.

Ela também já fala sobre a vontade de construir uma família dentro de pouco tempo. “Quero ser mãe. É um dos meus maiores sonhos. E eu não pretendo sair da casa dos meus pais direto para a do meu marido, porque não vou saber nada. Na casa dos meus pais, eu não arrumo a minha cama!”

Quando o assunto é beleza, Bruna diz que é vaidosa, mas sem exageros. “Minha profissão exige que eu me cuide”, compara. “Tento malhar três vezes na semana. Não sou fã de musculação. Procuro correr, fazer dança. Gosto de experimentar. No meu condomínio, faço aula de ioga e pilates.”

Fonte: Yahoo


Roberta Miranda causa ao publicar foto nua



Roberta Miranda, 58, não para de causar em seu perfil no Instagram. Na noite de segunda-feira (27), a cantora publicou uma foto onde está nua e usando apenas um chapéu para cobrir as partes íntimas.

“Sem filtro. E aí? Gostaram do chapéu?”, perguntou a artista para os internautas na rede social. Logo depois, ela postou um vídeo contando para os fãs que a sua empresária pediu para retirar a imagem da página, conforme publicou o jornal “O Dia”, do Rio de Janeiro.

“Help me, meus fãs e seguidores. Aquela chata da minha empresária, mão de vaca e careta quer que eu tire rapidinho a minha foto do Instagram. Essa foto inocente do chapéu. Estou emburrada!”, escreveu na legenda. Com a repercussão, Roberta apagou o vídeo do perfil.

Porém, antes de publicar a foto nua, a cantora já havia publicado o print de uma mensagem da empresária em que ela reclamava da atitude da artista. “Você é cantora e não stripper. Achei que tivesse postado no Insta.” Na legenda, Roberta Miranda fez mistério e aguçou a curiosidade dos internautas: “Vem coisa aí! Ainda estou pensando se posto. Empresária careta”, brincou.

Fonte: Yahoo

______

Ficamos por aqui, de olho na telinha.

Twitter: @bysilver_br
Oferecimento:
Arte Final Gráfica (62) 3225-2847
Goiânia Hostel – Albergue – www.goianiahostel.com
-

27 de outubro de 2014

News TV, por Marcos Silvério - 27 Out



> Notícias da TV, por MARCOS SILVÉRIO <


"Babilônia" também terá duas fases, com os mesmos atores


Assim como as últimas novelas das nove da Globo, "Babilônia" também será dividida em fases.

A trama que substituirá "Império" no início do ano que vem deve lembrar mais o início de "Amor à Vida", já que não vai ter mudança de elenco. Os mesmos atores farão as duas fases da história, diferentemente do que aconteceu com "Em Família" e o atual folhetim.

A primeira parte da novela de Gilberto Braga, João Ximenes Braga e Ricardo Linhares vai ser curta e ocupará apenas dois capítulos. A passagem de tempo será de dez anos.

Para o público conseguir perceber mudanças físicas nos personagens no passar dessse tempo, atores como Gloria Pires, Cassio Gabus Mendes, Adriana Esteves, Camila Pitanga e Gabriel Braga Nunes passarão por um processo de rejuvenescimento para aparentar dez anos a menos no início da novela.

"Babilônia" tem previsão de estreia para fevereiro.

Fonte: Na Telinha  


Gabriel Braga Nunes será "teúdo" em 'Babilônia'


Depois do psicopata Laerte de Em Família, o ator Gabriel Braga Nunes fará um personagem cômico. Ele voltará ao horário nobre da Globo a partir do dia 16 de março, data em que está prevista a estreia de Babilônia, próxima novela das nove. Terá missão de fazer o público rir na pele de Luís Fernando, uma malandro que é sustentado pela mulher, Karen (Maria Clara Gueiros), e pela sogra, Zélia (Rosi Campos).

A família conta ainda com dois filhos e faz parte do núcleo cômico da história escrita por Gilberto Braga, Ricardo Linhares e João Ximenes Braga. As gravações começam. O novo personagem de Gabriel Braga Nunes fará pequenos trambiques, mas quem tem de bancar as contas da casa são Karen e Zélia. Karen será corretora e, Zélia, manicure.

A personagem de Rosi Campos será um elo entre pobres e ricos da novela, e vai viver fazendo fofoca. Uma de suas clientes é a milionária Beatriz (Gloria Pires), uma das vilãs da trama. A outra antagonista será vivida por Adriana Esteves.



Periguete - Longe das novelas desde 2012, quando esteve em "Cheias de Charme", Juliana Alves já tem data para voltar ao ar.

Segundo informações do jornal Extra, a atriz viverá a periguete Valeska na próxima trama das novela da Globo, "Babilônia", de Gilberto Braga, Ricardo Linhares e João Ximenes Braga.

Juliana Alves fará a rival de Camila Pitanga. Na história, Valeska é ex-namorada do chefe do tráfico da favela onde moram. Ela perde o posto de primeira-dama da comunidade, mas não o de gostosona do local.

A jovem gosta desse título e não quer o dividir com mais ninguém, muito menos com a mocinha Regina (Camila Pitanga). Valeska vai passar a novela inteira implicando com a protagonista.

"Babilônia" estreia em março no lugar de "Império". Mas enquanto as gravações não começam, Juliana Aves se dedica ao cinema e teatro.

Atualmente, a atriz está em cartaz no Rio com a peça "Forrobodó", também pode ser vista no cinema com o filme "Isolados" e ainda lança no dia 6 de novembro o longa "Made in China", estrelado por Regina Casé.

Fontes: UOL/Na Telinha



"Felizes para Sempre" terá casal lésbico


Com sua produção à todo o vapor, a minissérie "Felizes para Sempre" trará Maria Fernanda Cândido e Paolla Oliveira em papéis totalmente diferentes do que já viveram em suas carreiras.

Paolla será Denise, uma prostituta de luxo que será procurada pelo papel de Maria Fernanda, Marília, e seu marido, que será interpretado pelo ator Enrique Diaz, para esquentar a relação.

Em entrevista para o jornal O Globo, o diretor Fernando Meirelles falou que, de início, a moça não vai segurar a onda: "na história, o casamento de Marília (Maria Fernanda Cândido) está em crise, e ela e o marido (Enrique Diaz) resolvem esquentar a relação. É quando Denise entra em cena, mas Marília não segura a onda e cai fora da brincadeira".

Porem, a recusa é inicial. Marília procura novamente Denise, com quem acaba iniciando um tórrido e incrível romance: "Elas começam um relacionamento e fica bem forte. Vamos ver como isso será mostrado no ar".

Com cenas de sexo e nudez, o diretor promete que as gravações foram feitas com muita sutileza e bom gosto: "São cenas feitas com muita delicadeza. O público vai gostar".

A produção de "Felizes para Sempre" está à cargo da produtora O2, conhecida por seriados como "Cidade dos Homens" e filmes como "Cidade de Deus". Outros nomes de peso fora das câmeras também integram a produção, como Luciano Moura, Rodrigo Meirelles e Paulo Morelli.

A estreia acontecerá em janeiro de 2015 na Globo.

Fonte: Na Telinha


"Dez Mandamentos" começará a ser gravada na Record


A Record já definiu o dia em que iniciará as gravações de "Dez Mandamentos", sua primeira novela bíblica e substituta de "Vitória". As informações são do jornalista Flávio Ricco.

Ainda que seu lançamento só esteja previsto para ocorrer no fim do primeiro trimestre de 2015, as primeiras cenas da produção, cuja autoria é de Vivian de Oliveira, começarão a ser feitas dentro de poucas semanas. O dia 12 de novembro marcará o início dos trabalhos, os quais ocorrerão no deserto do Atacama, no Chile.

Embora haja boa parte do elenco já escalado, o diretor Alexandre Avancini ainda não tem o protagonista definido mesmo às vésperas do início das gravações. Os atores que darão vida a Moisés nas diversas fases da história ainda não foram escalados.

Inicialmente, esperava-se contar com Leonardo Brício, cujo contrato não foi renovado. Depois passou a se falar no nome de Angelo Paes Leme, que viveu o José em "José do Egito".

Fonte: Na Telinha


Gêmeas do nado vão atuar no 'Video show'


Ex-apresentadoras da MTV, Bia e Branca Feres, as gêmeas do nado sincronizado, contam que sentiram um frio na barriga antes da estreia como repórteres do "Video show", apesar da experiência à frente das câmeras.

- É o programa que entrevista os artistas mais importantes do Brasil, na maior emissora de TV do país. É muita responsabilidade. Vamos aproveitar a oportunidade para aprender - diz Bia.

As irmãs vão conciliar as gravações com os treinos da Seleção Brasileira para as Olimpíadas de 2016:

- Treinaremos das 6h30m às 13h30m e gravaremos na parte da tarde, quando formos escaladas. A produção foi compreensiva com a nossa agenda - explica Branca.

Elas dizem que não se consideram símbolos sexuais, mas musas do esporte. E acreditam que o rótulo não atrapalha.

- O fato de sermos atletas faz com que as pessoas nos olhem com respeito e admiração - avalia Branca.

As gêmeas afirmam ainda que sofrem preconceito por terem uma carreira artística paralela.

- As pessoas não entendem que, como qualquer outra pessoa, podemos ter duas ocupações diferentes. Muitos atletas treinam e trabalham, ou treinam e estudam e trabalham. E têm rotina até mais puxada que a nossa. É só ter organização e bom senso que tudo dá certo - explica Bia.

Fonte: Patrícia Kogut


Lima Duarte recebe convite público de autor da Record


Longe das novelas desde 2010, quando interpretou o Max em "Araguaia", Lima Duarte concedeu declarações recentes de que desejava voltar às telinhas e recebeu um convite público de Marcílio Moraes, autor da Record.

Marcílio, que escreveu "Plano Alto" e está preparando uma nova novela para 2015, convidou Lima publicamente através de seu perfil no Facebook: "Lima, se eu fizer mesmo uma novela no final do ano que vem, tenho um papel perfeito, ideal, para você. Só tem que vir para a Record".

Caso Lima Duarte aceitasse o convite, os dois voltariam a trabalhar juntos após praticamente 30 anos. Marcílio colaborou com Dias Gomes em "Roque Santeiro", lançada em 1985, onde Lima viveu um de seus principais personagens: o Sinhozinho Malta.

Com uma carreira de mais de 60 anos, Lima Duarte pretende se despedir das telinhas com um papel marcante e por isso não tem aceitado a qualquer proposta. Ao UOL, declarou: "Tudo que faço agora dá impressão que é a última coisa que vou fazer na vida, então quero que seja algo especial. Não vou fazer o galã da Isis Valverde, da Bruna Marquezine. Não dá".

Ele também justificou o porquê de ter desistido de "Boogie Oogie", onde inicialmente atuaria ao lado de Regina Duarte - repetindo assim o casal de "Roque Santeiro". "Só faria sentido fazer essa novela se fosse com ela", disse.

Em tempo: Apesar do convite feito, são poucas as chances de Lima Duarte vir a integrar o casting da Record. Com contrato vigente com a Globo, o ator ironizou o canal concorrente ao receber uma proposta há oito anos.

Em uma entrevista concedida à Folha de S.Paulo, o ator descreveu: "Trabalho há 35 anos na Globo. Fui convidado a ir para a Record, olha que importante sou. Fui convidado a ir para a Igreja Universal. Logo no começo da conversa, falaram: 'Dinheiro não é problema'. E respondi: 'Para mim também não'. Ganho muito bem, tenho contrato longo, acho que até o fim da minha vida, mais cinco anos".

Fonte: Na Telinha


Atriz tem crise de choro ao votar


Muitos artistas foram fotografados sorridentes ao sair de suas seções eleitorais neste domingo, 26. O mesmo não aconteceu com Claudia Alencar, lembra dela? A atriz teve uma crise de choro ao votar no shopping Fashion Mall, na Zona Sul do Rio de Janeiro.

De acordo com a agência de fotos, a atriz encostou a cabeça da parede e passou um tempo em frente à urna pensando em quem votaria. Depois, ela tirou os óculos, levantou a cabeça e começou a chorar sem se importar com as pessoas ao redor. Após a crise, Claudia sentou em uma cadeira ainda na seção eleitoral e voltou a chorar e reclamar do cenário político do país com as pessoas que estavam no local: "Está muito difícil, só tem ladrão". Uma mesária chegou a ajudar a atriz. Claudia precisou usar a barra do vestido para enxugar as lágrimas. Tá fácil?

Ao EGO a atriz comentou o motivo da crise de choro: "Aquilo foi totalmente inesperado pra mim também, a gente vem discutindo nessa eleição com muita emoção e eu passei a minha vida inteira lutando pela democracia. Tive decepção com os partidos, não imaginei que as coisas tomariam esse rumo de corrupção no meu país. E eu queria que fosse um país exemplar, lutei por isso por toda a minha vida. Já militei. Já fui presa, estuprada, já passei pela ditadura e finalmente quando tive o direito de exercer a democracia, quando cheguei lá eu não sabia em quem votar. Foi uma dor que vinha do útero. Graças a Deus não vomitei, fiquei impotente como uma criancinha e vi que é quase impossível a pessoa chegar no poder e não se corromper e que o povo brasileiro está de mãos atadas. Não sei o que podemos fazer para mudar, não acredito em uma mudança revolucionária. Só podemos chorar. Fiquei desalentada. Foi uma atitude de impotência".

Fonte: EGO


Adriana Esteves comenta a mudança de visual


Fora do vídeo há dois anos (desde o fim de "Avenida Brasil"), Adriana Esteves voltará ao ar com os cabelos mais curtos na pele de uma cirurgiã plástica na série "Felizes para sempre", de Euclydes Marinho. A produção, que tem estreia prevista para janeiro, traz a atriz com um visual diferente. Sem as mechas louras e lisas de Carminha, que deram lugar a fios castanhos, um pouco acima dos ombros. O visual foi concebido por Anna Van Steen, a caracterizadora da série, que também cortou e coloriu os fios da atriz.

- Em "Avenida Brasil" eu usei aplique, depois tirei, aí quando a novela acabou, tirei tudo, resolvi cortar. Cabelo de atriz não tem dono, né? Ele tem que servir ao personagem - diz Adriana, que já havia mostrado o novo visual na edição de 5 de outubro da Revista da TV.

Na série, uma adaptação da minissérie “Quem ama não mata”, escrita pelo mesmo autor e exibida em 1982, Adriana vive Tânia, uma cirurgiã plástica bem-sucedida e extremamente dedicada à profissão. Casada com Hugo (João Miguel) e mãe de Mateus, já adolescente, não planeja ter mais filhos, enquanto o marido acalenta o sonho de ter mais um. A situação se torna drástica quando Hugo descobre que é estéril.

Em breve, Adriana deve mudar de visual mais uma vez. Além da série, a atriz estará em "Babilônia", a próxima trama das 21h de Gilberto Braga, Ricardo Linhares e João Ximenos Braga, que também estreia no ano que vem.

— Aqui no Brasil há algo muito gostoso: você sai do ar numa semana e, na outra, já querem saber quando você volta. Não vejo como cobrança, mas como um carinho. Eu já sou atriz há tanto tempo... Você pisca o olho e lá se vão 25 anos, e personagens fortes como a Catarina, de “O cravo e a rosa", a Sandrinha de “Torre de Babel", a Dalva, de “Dalva e Herivelto”. Aconteceu de o meu próximo trabalho ser cercado de expectativas. Eu estou começando do zero, com todas a expectativas, esperanças e medos — explicou a atriz, em entrevista à Revista da TV, durante um intervalo de gravaçao da série, em Brasília.

Fonte: O Globo


Joaquim Lopes diz que já foi cantado por homem


Atualmente obtendo grande repercussão com o homofóbico Enrico na novela "Império", o ator Joaquim Lopes falou sobre sua carreira e repercussão do papel.

Em entrevista para o jornal Extra, Joaquim disse que as cenas que ele atua são de uma energia muito pesada e requerem uma carga dramática muito forte: "São cenas com uma energia muito pesada. A homofobia, a briga com o pai e esse rompimento com a família são situações que exigem muito física e emocionalmente. Foi puxado. Quando gravei a cena em que o Enrico bate no travesti, tive uma crise de choro. Foi uma catarse, porque estava numa sequência pesada e essa foi a última cena. Serviu para botar para fora a energia acumulada da semana. Depois ficou tudo bem".

Ele também disse que, mesmo com o teor homofóbico do papel, tem recebido cantadas: "Estava numa balada e chegou um cara para me xavecar. Falei: 'não sou gay, sou hétero, mas pode deixar que o dia em que eu virar você vai ser o primeiro para quem vou ligar'. Nunca tive atração por homens, mas respeito pra caramba. O desejo das pessoas é algo muito particular. A gente não pode se meter".

Atualmente, "Império" tem marcado médias acima dos 33 pontos de audiência, batendo recordes e atingindo picos de até 40 pontos na Grande São Paulo.

Fonte: Na Telinha


Ator de ‘O dono do mundo’ volta à TV


Nesta segunda-feira (27), quando a novela “O dono do mundo”, de 1991, começar a ser reprisada pelo canal Viva, muita gente vai se perguntar por onde anda Tadeu Aguiar. O ator participou apenas dos seis primeiros capítulos da trama de Gilberto Braga, mas seu personagem Walter, o marido traído na lua-de-mel que morria num acidente, caiu nas graças do público.

“Foi meu menor papel, mas o de maior projeção. A ingenuidade que eu imprimi no personagem, a lealdade que ele tinha à noiva Márcia (Malu Mader)...As pessoas se encantaram”, lembra Tadeu, hoje aos 55 anos: “Esse trabalho me salvou. Na época, estava vendendo esfirra na praia para sobreviver. Assinei, feliz, o contrato. Lembro que a diária que a gente ganhava durante as gravações no Canadá eram bem maiores do que o meu salário”.

Depois da novela, o ator chegou a emendar outros trabalhos na TV Globo: as novelas “Olho no olho” (1993) e “Irmãos coragem” (1995), e o seriado “Mulher” (1998). “Também apresentei um programa chamado “Multi escolha”, sobre ópera e balé, no Multishow, em 2000”, complementa ele, que desde então tem se dedicado aos palcos: “Atuei em muitos musicais e agora estou nos bastidores, produzindo e dirigindo”.

Convites para retornar à telinha não faltaram nesses 14 anos, mas a paixão pelo teatro falou mais alto. “Eu poderia ter me aproveitado da exposição na TV e fazer 500 bailes de debutantes. Era um cara bonitinho, algo como o Gianecchini da época. Mas preferi estar ao lado de gente como Ítalo Rossi e Camila Amado, no teatro”, afirma Tadeu, que continua solteiro e não teve filhos.

A saudade da TV, que ainda assim ele diz sentir, não deve durar por muito tempo: Tadeu está escalado para “Babilônia”, que substituirá “Império” em março do ano que vem. “Já estava com vontade de voltar, mas queria que fosse numa novela bacana. Será o papel de um mordomo divertido”.

Fonte: Jornal Extra


Junior Lima se casa em fazenda


Junior Lima e Monica Benini já são oficialmente marido e mulher. Os dois se uniram em uma cerimônia acontecida na Fazenda Santa Bárbara, em Itatiba, inetrior de São Paulo, neste sábado, 25. Através de sua assessoria de imprensa, o cantor mandou um comunicado sobre o momento.  “Nem tenho palavras para expressar tamanha felicidade. Eu e a Monica já estamos juntos há um tempo, somos parceiros para a vida toda. Hoje foi um dia especial para celebrar, junto com nossos familiares e amigos, todo nosso amor e união. Obrigado a todos pelo carinho, votos de felicidades e por respeitarem este nosso momento."

Sandy também se pronunciou sobre a ocasião. "Meu irmão, meu parceiro, meu grande amigo para a vida toda... Hoje preenchi o coração de felicidade ao vê-lo dizer 'sim' à mulher de sua vida, minha linda e querida cunhada. Que vivam dias especiais, cultivem o amor e sejam muito, muito, muito felizes", disse a cantora, que foi fotografada saindo do local da festa com o filho Theo, de 4 meses, e o marido. Foi a primeira vez que o bebê foi fotografado.

Noely Lima, mãe do cantor, se emocionou ao ver o filho caçula se casar. "Mais um filho casado. Que privilégio viver, mais uma vez, tanta emoção ao lado da minha família. Foi lindo presenciar o brilho nos olhos do casal.

Quanto amor, quanto alegria. Desejo, de todo coração, que continuem sonhando juntos um lindo futuro". Xororó, pai de Junior, era só orgulho. "Ver um filho feliz é a melhor realização para um pai. Estou muito por esta união. É só mais um passo nesta linda caminhada de uma nova família que começa. Desejo aos dois toda a felicidade do mundo”.

O casamento reuniu cerca de 200 convidados entre amigos e familiares, em uma cerimônia conduzida por um amigo do casal, Picky Talarico. Junior Lima vestiu terno Ricardo Almeida e Monica Benini escolheu um modelo belíssimo da estilista Emanuelle Junqueira. Já as alianças foram desenhadas e produzidas pelos próprios noivos (a noiva, além de modelo, é designer de acessórios).

O cerimonial e toda decoração da festa ficaram sob o comando do experiente André Bonesso; o buffet escolhido pelo casal foi do badalado restaurante Marakuthai, com doces da Le Palais e naked cake da Maria Antonieta. Além de DJs, a festa rolou ao som da Soul Funk, banda liderada pelo noivo. Os músicos da Família Lima tocaram durante a cerimônia.

Na manhã do domingo, 26, o fotógrafo Rafa Shea da "18 elementos" usou o Instagram para mostrar uma nova foto do casal. Na imagem, Junior e Mônica aparecem tapando os olhos em um cenário detonado. "Gratidão #RafasProject : Feche seus olhos e veja. Sonhe grande", escreveu o fotógrafo.

Fonte: EGO


Morre o dramaturgo Luiz Carlos Góes


Morreu na noite desta terça-feira, aos 69 anos, o dramaturgo, compositor e escritor Luiz Carlos Góes, vítima de complicações provocadas por um câncer. Figura presente nos palcos, na televisão e na música, foi um dos pioneiros do teatro besteirol e era um dos principais escritores de humor e teatro da Rede Globo, com longa parceria com Miguel Falabella. Trabalhou também com Eduardo Dussek nos anos 1980, compondo clássicos como "Barrados no baile", "Brega-chique" e "Folia no matagal". Ele estava internado no hospital Quinta D'Or.

Nascido no Rio, Góes morou ilegalmente nos Estados Unidos no fim da década de 1960, trabalhando em funções como garçom, limpador de pratos e faxineiro. Após passar temporada em Londres, decidiu tornar-se dramaturgo. Desde 1972 no teatro, estreou na autoria em 1976 com a peça "Síndica, qual é a tua?", que contava com Marília Pêra. A partir daí, teve peças dirigidas por figuras como José Lavigne ("Esse é o ano que é"), Bibi Ferreira ("Noites de cabrita") e Marcus Alvisi ("Boom!", que lhe rendeu uma indicação ao Prêmio Shell e 12 anos de encenações com Jorge Fernando). Com a parceria junto a Maitê Proença em "As meninas" (Amir Haddad), de 2009, venceu o Prêmio da Associação dos Produtores de Teatro do Rio de Janeiro (APTR).

Ainda na década de 70, Góes começou a colaborar com Eduardo Dussek em composições bem-humoradas que viriam a marcar a carreira do cantor carioca. No início dos anos 80, Dussek fez sucesso com letras compostas em parceria com o colega, como "Barrados no baile", "Brega-chique", "Folia no matagal" e "Seu tipo", famosas na voz de Ney Matogrosso. Foi cantado também por Zizi Possi e Maria Alcina, entre outros.

Na TV Globo, esteve envolvido em diversos esquetes, novelas e programas de humor. Com Jorge Fernando, voltou a colaborar em "Sete pecados", de 2007. Com Miguel Falabella, com quem já mantinha uma relação próxima desde o fim da década de 70, escreveu roteiros para obras como "Toma lá dá cá", "Aquele beijo", "Pé na cova" e "Sexo e as negas". O amigo ressaltou a coragem de Góes ao se expôr com seu humor ácido e realista:

— Luiz Carlos era uma das pessoas mais inteligentes, criativas e engraçadas com quem tive o privilégio de trabalhar. Era profundamente anárquico, nunca deixava que nada fosse careta. Ele foi sempre uma figura essencial na minha equipe. Na história das "negas" ("Sexo e as negas", alvo de acusações de racismo), em que todo mundo foi muito patrulhado, ele botou a cara, dizendo "não existe nada de racismo ali, vamos em frente!". Ele era muito corajoso, transgressor. Ele manteve até o fim uma alegria impressionante, foi uma grande lição. Falei com ele na semana passada. Não tinha medo de morrer, e sim compreensão da finitude. É uma enorme saudade, pensando que ele se junta aos grandes nomes do nosso humor e do besteirol que já estão lá em cima, como o Vicente (Pereira) e o Mauro (Rasi).

Em 2013, Góes lançou o livro "Teatro nervoso", com 22 peças curtas ao longo de sua carreira. Continuou produzindo mesmo após sua saúde se tornar cada vez mais debilitada, ao longo do ano, por conta de um câncer que chegou a acometer sua visão. O jornalista e colunista do GLOBO Artur Xexéo, que colaborou com Góes em "Pé na cova", seriado de Falabella, ressaltou a capacidade dele de inserir humor nas mais diversas artes e momentos:

— Profissionalmente, eu conheço o Luiz Carlos há muito tempo. Ele é coautor de alguns dos maiores sucessos de Eduardo Dussek, como "A índia e o traficante", "Barrados no baile", "Doméstica" e o megahit "Brega chique". Ele levou para a música popular a loucura com que impregnava os esquetes do teatro besteirol. Mas só tive a sorte de conhecê-lo pessoalmente quando começamos a trabalhar juntos na equipe de roteiristas de "Pé na cova". Ele já estava debilitado, mas ainda tinha suficiente bom humor para tornar nossas reuniões imperdíveis. Era um sujeito totalmente do bem. Tão do bem que chegava a ser ingênuo. Vai fazer falta.

Fonte: O Globo


______

Ficamos por aqui, de olho na telinha.

Twitter: @bysilver_br
Oferecimento:
Arte Final Gráfica (62) 3225-2847
Goiânia Hostel – Albergue – www.goianiahostel.com
-